sábado, 2 de janeiro de 2010

Recado ao "inimigo imaginário"

Hoje tive a ingrata infelicidade de ler um post onde o meu nome foi escrito de forma infantilmente debochada, mediante o uso de um trocadilho - sei lá se pode ser chamado assim - que denota a pobreza intelectual do seu autor (aqui) . Ele me chama de Ricardo Mame dez, vinte... Como fui citado expressamente em seu blog postei um comentário - que mais uma vez não foi publicado até o momento. Todavia, uso este espaço para publicá-lo:


Caro Pr. Ciro Sanches Zibordi,

Como fui citado expressamente em seu texto, exijo a publicação deste comentário, recebido como DIREITO DE RESPOSTA AO AGRAVO, à luz do art. 5º, V, da Constituição Federal.

A 'priori' vale salientar que o senhor sabe perfeitamente o meu nome, uma vez que interagimos no pointrhema.blogspot.com: Ricardo Mamedes.

Em segundo lugar, quando o meu nome é citado debochadamente pelo senhor como Ricardo Mame dez, vinte... é possível a qualquer receptor da mensagem inferir um entendimento MALICIOSO e OBSCENO dessa zombaria, que pode se constituir, em tese, em crime contra a honra.

Certamente que, mais uma vez, também é possível apreender claramente quem é "zombeteiro" e gracejador entre nós dois. Eis que eu jamais me referi à sua pessoa, seja aqui ou no meu blog, lançando mão de tais 'estratégias' desabonadoras.

As três únicas vezes que comentei em seu blog eu o fiz em tom respeitoso e com a mais absoluta civilidade, nunca desrespeitosamente. Convido-o e o desafio a provar o contrário. No meu blog, denunciei apenas o seu costume de não publicar meus comentários ( e de mais alguns) contrários, mesmo sendo respeitosos.

Na discussão do 'pointrhema', fui igualmente civilizado. A quem quiser comprovar, acesse o blog (pointrhema.blogspot.com) e avalie os nossos posicionamentos.

Por fim, jamais apoiei ou me associei a blogs que fazem paródias de quem quer que seja, muito menos do seu nome. Esclareço que o meu blog não tem a função de moderação, sendo todos os comentários publicados automaticamente. Todos! O que motivou a publicação daquele comentário do tal cirozueira. Porém, deixei claro isso no proprio blog.

Logo, o senhor não tem o direito de me acusar de me associar a esse tipo de blog, sob a condição de ter que prová-lo.

Ao final, penso não ficar bem ao senhor, um pastor, se referir tão zombeteiramente, até escrachadamente, fazendo "PARÓDIA" do meu nome - coisa que nunca fiz do seu nome ou da sua pessoa - pois tal conduta não condiz com a sua posição. Sem contar que isso poderá indicar até mesmo um antissemitismo, posto que o meu nome tem raízes judaicas, claramente verificáveis pela sua sonoridade.

Em Cristo, o meu salvador,

Ricardo MAMEDES.

Ps: o senhor sempre terá os seus comentários publicados em meu blog, mesmo que contrários aos meus textos.


Por derradeiro, vale acrescentar que não sou inimigo da pessoa em referência, citada em epígrafe, tampouco amigo. A bem da verdade nem mesmo o conheço. Portanto, a propalada "inimizade" é fruto unicamente da sua mente fantasiosamente fértil .

No entanto, acho estranho que um auto-denominado "homem de deus" (com minúscula) tenha tantos inimigos e desafetos...

Continuarei crendo no Deus da graça, que me salvou via do sacrifício vicário de Cristo na cruz, amando os meus semelhantes e pedindo que Ele os salve - sem colecionar inimigos e desafetos na blogosfera, mas amigos e irmãos.
Finalizo aqui qualquer contato com o senhor, esperando que faça o mesmo, haja vista que não sinto prazer, tampouco sou edificado no debate com a vossa digníssima pessoa.



9 comentários:

Heitor Alves disse...

Olá Ricardo.

Vi a postagem do Ciro. Sobrou até pra mim. Vi também que ele foi deselegante com você. Lamentável para um pastor que faz pate de uma igreja bastante "espiritual".

Não fiz diferente de você. Também escrevi uma réplica ao post do Ciro. Desta vez não está publicada no site, mas no blog que criei para o site.

Visto que eu precisava escreve de forma informal e até com humor alguns assuntos, não poderia utilizar um site com características formal como é o eleitosdedeus.org.

Já aproveitando a ocasião, espero sua visita ao blog blogdoseleitos.blogspot.com.

Um abraço.

O pregador da Palavra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Roberto Vargas Jr. disse...

Meu caro Georges,
O próprio Ricardo me falou de seus comentários. Devo dizer que sua postura me é um alento!
Tenho diferenças teológicas gritantes em relação a AD. Porém, até este caso Dake, e à distância, sempre considerei a AD uma igreja séria. A partir deste caso, não só pelos comentários favoráveis a tal edição, mas também pelo tom político e bajulador da maioria deles, que revelavam não tanto uma preocupação com a Verdade, mas com opiniões de homens, fiquei a ponto de rever minha opinião.
Seus comentários, no entanto, fazem-me ter esperanças de que não estive enganado quanto à seriedade de sua denominação.
Grande abraço, no Senhor,
Roberto

sarah disse...

Georges,

Repito o que disse no seu blog: tenho inúmeros amigos da sua denominação, inclusive muitos pastores. A sua postura, além de corajosa é honesta.

Muito obrigado pelo apoio, pois o seu depoimento aqui no meu blog é o maior desagravo que eu poderia ter. Acredito que, com o seu depoimento, não resta qualquer dúvida quanto ao posicionamento do referido Ciro Zibordi.

Um grande abraço, em Cristo.

Roberto,

Essa mesma postura o Georges teve lá no debate sobre a Bíblia Dake (pointrhema), inclusive tendo sido bastante incisivo sobre o comportamento do CSZ.

Abraço meu irmão.

Ricardo.

Ricardo Mamedes disse...

Desculpem amigos, ocorreu um erro aí. Quem está postando sou eu mesmo.

Ricardo Mamedes

Helder Nozima disse...

Ricardo,

Lamentável o que aconteceu. Escrevo aqui para mostrar a minha solidariedade.

Helder Nozima
Barro nas mãos do Oleiro

Ricardo Mamedes disse...

Olá Helder,

Agradeço pela solidariedade e pela visita. Mas cá comigo, penso que as pessoas (leitores) devem ter um mínimo de bom senso para saber diferenciar o joio do trigo; a baixaria da seriedade. Eu não consigo acreditar que um pastor/conferencista/pensador/ensinador possa escrever algo tão rasteiro, pueril, desrespeitoso e idiota.

Grande abraço meu irmão.

Ricardo

Helder Nozima disse...

Ricardo,

Se você considerar o nível dos comentários em blogs como o Cinco Solas, do Clóvis, acho que não devemos superestimar a intelectualidade de certos leitores.

E, sinceramente, o nível médio de intelectualidade dos pastores em nosso país é sofrível. O mesmo de líderes, de modo geral, a começar por certas comparações feitas pelo nosso presidente em discursos.

Por isso, não me surpreendo que o Pr. Ciro tenha escrito o que escreveu. Aliás, pouca coisa me surpreende na blogosfera.

Abraços,

Helder Nozima
Barro nas mãos do Oleiro

Ricardo Mamedes disse...

Helder,

Sem dúvida, não há como negar essa verdade. O nível é muito baixo mesmo, inclusive dos pastores (grande parte deles), em parte - no caso dos pastores - culpa dos seminários que não os preparam bem.

Quanto ao presidente (Lula), sem palavras. A comparação última (publicada na Revista Veja)sobre os "porcos" e "dono dos porcos" é a sua melhor pérola.

De fato, temos de estar preparados para tudo, até mesmo para "escritos" como o do mencionado pastor.

Ricardo

Postar um comentário

Serão sempre bem-vindos comentários sérios, respeitosos e que convidem à reflexão. Se é esse o seu intento considere-se aceito.

  ©A VERDADE LIBERTA, O ERRO CONDENA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo