terça-feira, 27 de outubro de 2009

O caráter de Cristo

Earle E. Cairns

"A Bíblia dá algumas indicações sobre a personalidade e o caráter de Cristo. Até mesmo uma leitura superficial dos Evangelhos evidencia o poder de Sua originalidade. Enquanto os judeus e as autoridades de hoje citam outros como autoridades para suas várias afirmações , Cristo simplesmente dizia: "Eu digo". O que vinha após esta frase ou outras semelhantes a esta nos Evangelhos indica a criatividade e a originalidade do pensamento de Cristo, que maravilhou as pessoas do Seu tempo (Mc 1:22; Lc 4:32).

A sinceridade de Cristo também está registrada nos relatos bíblicos. Ele foi o único ser humano que não tinha nada para esconder, uma vez que era completamente Ele mesmo (Jo 8:46).

Os Evangelhos deixam também o registro do equilíbrio de Seu caráter. Coragem é geralmente associada a Pedro, amor, com João, e humildade, com André. Nada disto falta a Cristo: ao contrário, os relatos revelam equilíbrio e unidade de personalidade. Este equilíbrio, esta originalidade e esta transparência podem ser adequadamente explicados pelo registro histórico do Nascimento Virginal de Cristo."

(In "O Cristianismo através dos séculos, Uma história da Igreja cristã", Sociedade Religiosa Edições Vida Nova, São Paulo, segunda edição, 1988)

2 comentários:

Helder Nozima disse...

De fato, Ricardo, aquele que ler dando crédito às palavras de Cristo reconhecerá nele o Filho de Deus.

Ou então terá que reconhecer um louco ou um megalomaníaco, como afirma C S Lewis.

Márcia Gizella disse...

Hum,
Olá Ricardo!!!!

Se as pessoas procurassem seguir os exemplos de Paulo,
Se fossem imitadores de Cristo e buscassem mais a ser como Cristo....
Seria bem melhor não.......


Paz querido!"!!!!

Postar um comentário

Serão sempre bem-vindos comentários sérios, respeitosos e que convidem à reflexão. Se é esse o seu intento considere-se aceito.

  ©A VERDADE LIBERTA, O ERRO CONDENA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo