quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Apologista tenta suprimir comentários em casa alheia













Entendi por bem postar um comentário que fiz no blog "Point rhema" (aqui) no dia de hoje, a respeito da publicação da Bíblia de Estudos Dake pela CPAD sem as devidas cautelas, uma vez que se trata de uma obra que faz apologia de um grande número de heresias. A discussão se restringiu quase que exclusivamente ao açodamento da casa publicadora, que, à sorrelfa das comissões de análise, e mesmo com parecer contrário, trouxe para si a exclusiva responsabilidade pela publicação da referida Bíblia, mas agora calando-se ante a enxurrada de críticas.

Contudo, este não é o ponto crucial que quero aqui alinhavar. Neste post desejo publicar , dentre vários comentários que fiz naquele blog, um que defende a liberdade de expressão. Sim, como sabemos, há blogs que suprimem comentários bem articulados, respeitosos e bem fundamentados, a pretexto de "moderação" , apenas por discordar do articulista e, consequentemente, do assunto em pauta.

Ocorre que naquele blog o mesmo ocorreu: um comentarista acostumado a se manter seguro dentro das "paredes do seu blog", arriscou-se a comentar aquele post, vindo a "defender a publicação da Bíblia Dake mesmo reconhecendo as heresias nela contidas", sob a alegação de que "a instituição (CPAD) deveria ser preservada". Para o comentarista, o "fim justifica os meios". E eu penso que não: a ética, a honestidade, a lisura devem sempre prevalecer tanto na vida secular como, com maior intensidade, na vida cristã.

Vendo a sua defesa completamente atingida pelos demais comentaristas (até agora cerca de quase 250), a referida pessoa, blogueiro, pastor, costumeiramente crítico ácido de outros pastores da confissão positiva ( com cujas críticas eu quase sempre concordo), praticamente "exigiu do editor e moderador daquele blog (pointrhemablogspot.com) que não permitisse os comentários contrários ao seu posicionamento , bradando: - moderação urgente!!!

Ora, o digníssimo pastor (por acaso sabem de quem se trata?), confiado na sua 'notoriedade' , imaginou que fosse prontamente obedecido. Mas não foi. O pastor Carlos Roberto, editor e moderador do blog em referência, entendeu por bem publicar as críticas erigidas contra aquela 'personalidade' em razão do seu conteúdo ser respeitoso.

O apologista, vendo-se "contrariado" ameaçou se retirar; se retirou, voltou; se retirou novamente e voltou.

a conclusão é que aqueles que se sentem donos da verdade, nas mais das vezes são também totalitários, avessos à democracia. Sentem-se e se colocam acima do bem e do mal. Logo, não admitem ser cotrariados. Destarte, na casa alheia manda o dono! Sair da segurança dos "seus domínios" é sempre arriscado (rindo)...

Vamos ao comentário:

Ricardo Mamedes disse...

Caros irmãos,

De fato, a questão é sobre a malfadada bíblia dake... Mas não há como não concordar com os irmãos Elian e o anônimo acima: a discussão no campo das ideias deve prevalecer. A liberdade de expressão deve ser assegurada. A censura deve ser afastada.

É saudável a diversidade de ideias dentro de um clima de civilidade - assim penso. Discordar não é "brigar", tampouco "atacar". Somente os fracos reverberam, respondendo a argumentos bem fundamentados com xingamentos e ataques pessoais, como se viu aqui por uns pouquíssimos (exceção das exceções).

A ninguém deve ser dado o direito de impedir ideias contrárias às suas apenas por serem contrárias. Isso seguramente não faz parte do límpido direito de livre expressão.

Somente os pusilânimes querem impor as suas ideias pela força, impedindo a discussão saudável. Os pontos de vista, a meu ver, podem sempre ser contrapostos. As teses devem ser DEFENDIDAS e não IMPOSTAS pela força, mediante o uso de qualquer estratagema ou ardil.

Acredito que o editor e mediador deste importante blog terá - como sempre teve ao longo da sua vida - a sabedoria para filtrar o que for nocivo ou ofensivo a quem quer que seja, sem contudo impedir a discussão e as diferenças de posicionamento doutrinário, teológico e ético.

Ao que me parece está claro aqui, pela quase totalidade dos comentaristas, que a referida publicação é mesmo um acinte contra os consumidores da obra, os crentes, em última análise. Restou também quase que cristalino que à CPAD resta a necessidade de se pautar novamente pela ética, dando um parecer definitivo sobre o assunto. Jamais, entretanto, tentar ganhar a causa pelo silêncio no afã de relegar o fato ao esquecimento. Esta sim, a pior estratégia!

Esperamos que o bom senso, a ética cristã e a verdade prevaleçam!

Em Cristo,

Ricardo Mamedes

30 de dezembro de 2009 08:58

Finalmente vale ressaltar a lição esposada na Constituição Federal, em seu artigo 5º, incisos IV e IX, 'in verbis' :

(...)

IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
´
(...)

IX - É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença ( grifos nossos).

De tal maneira que o inconformismo do apologista não se compreende como correto, tampouco as suas atitudes são éticas, seja por agir com abuso, ao suprimir comentários contrários em seu blog (apenas por serem contrários), seja por aceitar a publicação de uma obra herética em razão de "outros interesses", notadamente financeiros (segundo o seu expresso posicionamento), ou ainda por tentar, ardilosamente, comandar a "casa alheia" (blog pointrhema), para impedir seus "desafetos" de exporem as suas ideias.

Parafraseando o Clóvis do "cincosolas": - deve ser inconformismo juvenil... (rindo).


9 comentários:

Filósofo Calvinista disse...

Caro irmão:

Estou retribuindo a visita em nosso blog e o comentário mais que contundente e coerente. Tá rolando muita bronca por causa dessa bíblia..não estava acompanhando não. Bom saber. Tudo de bom. Estou seguindo seu blog.

MINISTÉRIO BATISTA BERÉIA disse...

Graça e paz Ricardo.
Tem gente que é muito bom articulista enquanto não é questionado, mas se for sai da graça. Parece até criança mimada (rs).
Fique na Paz!
Pr. Silas
PS: Você já comprou a sua Bíblia Dake? Ainda está em tempo. Corre para salvar a CPAD do prejuízo(rs).

Roberto Vargas Jr. disse...

Ricardo,
Recebeu meu email, meu caro?
Bem, repito que em nossa casa podemos receber ou deixar de fazê-lo a quem quisermos. Porém, que não se pose de "dialogador"!
Acompanhei uma parte desta discussão sobre a Bíblia Dake. Deixou-me enojado o tom político e afetado dos discursos. Devo ser de outro mundo realmente, pois, se aprecio a cortesia, mais ainda aprecio a Verdade, sem rodeios e objetivamente. E se for para renunciar a uma delas, não há dúvida sobre qual será!
Grande abraço, meu irmão!
Roberto

Ricardo Mamedes disse...

Caro Roberto,

Recebi o seu email e agradeço muito. Eu não concordo muito nem mesmo com a moderação de comentários, havendo uma única exceção: comentário desrespeitoso, com linguagem chula e com ataque à pessoa. No mais, por diferença de posicionamento quanto ao assunto ou doutrina eu jamais admito a supressão de comentários. Quem não quer dialogar que não institua blog aberto a comentários!

Acho repugnante essa atitude, principalmente quando o sujeito 'posa de democrático', exatamente como você asseverou.

Agradeço pelo comentário e pelo email.


Pastor Silas,

Muito bom recebê-lo aqui novamente. E obrigado pela honra de ter um post meu publicado em seu ótimo blog.

É, parece garotinho mimado mesmo (rsss)! será que não é? A irmã Miriam lá no Rhema disse que sim. E ela parece conhecer profundamente o apologeta, pois já trabalharam juntos...

Enfim, obrigado aos irmãos!

Em Cristo,

Ricardo

Pastor Geremias Couto disse...

Caro Ricardo Mamedes

Agradeço a sua visita ao meu blog. Foi uma alegria enorme conhecer mais este espaço, onde há equilíbrio, respeito e amor à verdade.

Sou a favor da moderação quanto aos posts ofensivos, desrespeitosos ou anônimos. No demais, a divergência é sadia, necessária e inerente ao debate. Que o digam os grandes polemistas.

Podemos discordar sem que isso afete os relacionamentos pessoais, pois sempre haverá discordância. Duas pessoas não pensam sempre da mesma forma. No entanto, podemos ser convencidos a mudar de opinião, mas para que isso ocorra sempre haverá a necessidade do contraditório.

Quando eu publicar alguma matéria em meu blog da qual discorde, fique à vontade para manifestar o seu ponto de vista. E se concordar, será igualmente bem-vindo.

Abraços

Ricardo Mamedes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricardo Mamedes disse...

Caro Pastor Geremias,

É uma honra e um grande prazer recebê-lo aqui. A alegria é recíproca, posto que também vislumbrei as mesmas qualidades e outras mais pela leitura do seu blog.

Quanto ao mais, concordo plenamente com as suas palavras, especialmente no sentido de que a divergência é quase sempre salutar - desde que guardadas as devidas proporções da ética, respeito e civilidade. Inclusive, creio que é a diversidade de pensamento que nos faz crescer como pessoas e como cristãos. Nesse sentido comungo com Nelson Rodrigues: "toda unanimidade é burra".

O senhor também será sempre bem-vindo neste espaço, concordando ou não com os meus posicionamentos.

Um grande abraço.

Fraternalmente em Cristo,

Ricardo

O pregador da Palavra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ricardo Mamedes disse...

Querido irmão Georges,

Muito obrigado pela coragem que demonstra mais uma vez ao vir ao meu blog e postar esse comentário.

Eu realmente tive a certeza que estava tratando com uma pessoa de bem, desde a primeira vez que visitei o seu blog. O mesmo não posso dizer de Ciro Zibordi. Ele agora está criando fatos mentirosos contra mim lá naquele fórum (pointrhema), mas que de forma alguma se sustentam.

Mais uma vez obrigado pelo apoio, espero em Cristo que possamos cultivar uma grande amizade no futuro, embora discordando em algumas doutrinas (rssss).

Em Cristo,

Ricardo

Postar um comentário

Serão sempre bem-vindos comentários sérios, respeitosos e que convidem à reflexão. Se é esse o seu intento considere-se aceito.

  ©A VERDADE LIBERTA, O ERRO CONDENA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo