segunda-feira, 21 de setembro de 2009

O movimento carismático batista

É esse mesmo o termo que se deve usar para os 'modernos' pastores e obreiros que usam em seus cultos uma sistemática baseada exclusivamente no êxtase, garantindo que é a atuação do Espírito Santo, ou, como eles preferem rotular, o "mover do Espírito". Nessa vertente, vamos apenas declinar o pensamento do teólogo e conferencista norte-americano Peter Wagner, que nos alerta acerca desta questão em um recente livro. Diz ele:

"Existe misticismo nos operadores de sinais e maravilhas, mas é extirpado o elemento de mistério. O milagre é previsível e até inevitável. Não existe o caráter espontâneo e surpreendente, apenas o correto uso dos métodos. No cerne, os operadores de sinais, maravilhas e prosperidade proclamam uma fé naturalista. Tanto a salvação como a prosperidade e os milagres são conquistas humanas. Temos que registrar a incoerência que é uma religião que enfatiza a retórica dos milagres mas que na realidade elimina o elemento milagroso da salvação e até da cura " (Peter Wagner, Descubra Seus Dons Espirituais, trad. João Bentes (São Paulo: Abba, 1994) 267-289.).

O evangelho não deve ser 'algo a ser vendido', não pode ser considerado business; não pode ser tratado como um negócio, com as suas 'técnicas' para 'alcançar' pessoas à moda dos gurus da auto-ajuda atuais. É fácil observar que todos os pregadores dessa linha (carismáticos) , que percorrem essa perigosa seara, firmam o seu convencimento na emoção, no transe quase hipnótico, no êxtase, ficando a Bíblia e mais especificamente os evangelhos relegados a segundo plano. Eleva-se a técnica, o convencimento do homem para o homem sem o necessário respaldo do Deus único, coberto pelo véu diáfano da manipulação. Nesse sentido, o teólogo Michael Horton nos adverte:

"Das Escrituras aprendemos que existe um sentido real em que o evangelho não é para ser vendido. Se formos bem sucedidos em fazer o evangelho atraente aos pecadores, baseados na possibilidade de satisfação do seu apetite, como consumidores, não fomos bem sucedidos. Algo está errado com a nossa apresentação" (Michael Scott Horton, Made In America , 65, Grand Rapids, Michigan: Baker Book House, 1991).

Concordo plenamente, algo está errado. Sem relativizar nada, as igrejas batistas históricas também foram invadidas por esse caudaloso rio de insensatez. Algumas delas foram transformada em um desses templos de mamom (Mateus 6:24); a palavra de ordem é que "o show tem que continuar". Os milagres têm dia para acontecer; a fartura de bens, a tão propalada "prosperidade" acontecem em um dia determinado da semana. Anuncia-se dias antes que o dia tal é o dia da libertação. Os demônios serão expulsos e ao mesmo tempo o crente e o incrédulo, colocados no mesmo caldeirão, serão aspergidos pela poção mágica da cura, riqueza, libertação... O pregador, leigo ou não, prepara o ambiente com algo semelhante a uma oração sugestionante, com um fundo musical hipnotizante e essas coisas, transmudadas em técnica, se prolongam por longo tempo. O terreno se torna fértil para "acontecimentos sobrenaturais".

É por isso que, sem dúvida, concordo com o teólogo citado em epígrafe (Michael Horton): Deus fica relegado a segundo plano, emergindo o homem, ele, o milagreiro, o curador. O plano de salvação, tendo Jesus como justificação, também se torna secundário, uma vez que o homem pode tudo. Eu também posso tudo, mas "naquele que me fortalece" (Filipenses 4:13)

3 comentários:

atelguima@hotmail.com disse...

Deixo aqui pra voce: ROMANOS 1:25

Querido Ricardo!!!!!


Deus o abençoe, Deus te dê cada dia mais discernimento para com as coisas espirituas abraço.

Céia.

Ricardo Mamedes disse...

Olá minha irmã (Céia). Deus te abençoe também. Fiquei muito contente com a sua visita e com o comentário. Mas com relação às reflexões do blog, eu sempre peço a Deus que oriente os meus pensamentos para equacioná-los de acordo com a Sua vontade. Baseio sempre as minhas conclusões na Bíblia, a fim de não cometer enganos e injustiças. Uma coisa é certa, sei que o Todo Poderoso vê a Sua igreja e no momento certo colocará cada coisa em seu devido lugar. É preciso que nos mantenhamos firmes e esperançosos, lutando sempre pela verdade. A fé é um exercício constante. Agora posso dizer isso, estive por longo tempo distante de Deus e posso dizer que o vazio é permanente, sem que nada o preencha.

atelguima@hotmail.com disse...

Oi Ricardo!!!!!


Estou passando o endereço do Blog de meu sobrinho.

acesse:

www.logosgnosisdavidlindsey.blogspot.com

abraço.
Céia

Postar um comentário

Serão sempre bem-vindos comentários sérios, respeitosos e que convidem à reflexão. Se é esse o seu intento considere-se aceito.

  ©A VERDADE LIBERTA, O ERRO CONDENA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo