quarta-feira, 3 de março de 2010

Sobre esquerdas, enxofre e cristãos

Mais uma vez dando um giro pelos blogs de amigos me deparei com um texto a respeito dos abusos empreendidos pelas esquerdas ao longo da história. E são mesmo reais.

O pior de tudo é que há uma grande parcela de cristãos que não consegue enxergar a realidade horrorosa que há na gênese das esquerdas, como a grande perseguição empreendida por Lenin e Stalin às minorias na antiga União Soviética, principalmente aos judeus. Milhões de pessoas foram perseguidas e mortas intramuros no império russo dominado pela ideologia comunista. Os poucos que teimavam em se insurgir contra os abusos do 'partido' eram sumariamente trucidados sem direito a julgamento, ou sequer defesa, a mais tênue. Na melhor das hipóteses, tendo "sorte", eram enviados em vagões como animais rumo aos 'gulags' , ou campos de concentração e trabalhos forçados, como bem descreveu Alexander Soljenítsin, em sua famosa obra "Arquipélago Gulag". E nesses campos o comunismo na sua face mais realista, assombrosa e demoníaca aflorava. A narrativa é real, dolorosa. O escritor a vivenciou os fatos na qualidade de prisioneiro e conseguiu colher relatos crus de outros tantos prisioneiros (duzentas e trinta e sete pessoas, para ser exato). Kolima, era o lugar dos horrores - ilha situada no arquipélago da morte, onde os esquecidos eram destinados à dor, abuso e agonia.

Foi nesse cenário que as esquerdas forjaram os seus líderes. Com base em tais experiências os luminares esquerdistas aprenderam o be-a-bá da morte, ou como dobrar a vontade e vencer o homem destruindo qualquer sonho de liberdade, calando toda voz, até que o silêncio ensurdecedor dominasse tudo. Cegos dominando outros cegos.

Enquanto milhões eram mortos sob a cortina de ferro na Rússia, os "companheiros" para lá se dirigiam a fim de treinar técnicas de dominação. Dirceus, Dilmas, Genoínos , Tarsos e tantos outros "progressistas" se matriculavam nas "madraçais" (apropriação do termo) do terror. Os alunos mais tenazes eram Fidel Castro, Che e sua turma. E como aprenderam!

Pois é, ainda hoje assisti a uma defesa mal disfarçada dessa esquerda por um cristão em um blog . E a sua indignação com o capitalismo era tamanha que denunciava a apreciação recôndita pelo outro mal:

"...concordo plenamente com você: o comunismo matou milhões. Só não podemos, creio, ter a ilusão de que o capitalismo direitista e imperialista não fez o mesmo."

No fundo, o que se desejava mesmo dizer era que o capitalismo é ruim. E o comunismo, embora pisoteando os direitos mais elementares e fundamentais da pessoa humana, como a vida, por exemplo, funcionava... Por isso, viva o PT, os camaradas outrora treinados sob os auspícios do Kremlim e do "Secretário Geral"! O Partido daqui reverbera o Partidão de lá!

É emblemático o Caso Orlando Zapata Tamayo em Cuba, simples pedreiro preso em 2003, por algo como "perturbação à ordem pública" (grito por democracia) e "exemplarmente" punido com 56 anos de prisão, reduzidos para 25 (como são bonzinhos os Castros!). Justiça sumária, sem defesa, sem tribunal, nem mesmo de exceção - arremedo que o nosso país ainda exibia ao mundo nos anos da ditadura.

Pediram ao presidente Lula que intercedesse junto aos irmãos Castro em favor do preso, mas ele fez ouvidos moucos. Em um momento afirmou "não se meter em assuntos alheios", noutro, simplesmente colocou a culpa na vítima ao vaticinar que "ele escolhera o seu destino último ao resolver fazer greve de fome". Todavia, calou-se quanto aos abusos , tortura, espancamentos diários pelos quais passava o desafortunado Tamayo sob o pesado jugo da esquerda de lá. E a esquerda de cá, à sombra da sua bandeira com foice e martelo aplaude. E Tamayo morre...

Lula, por seu turno, no momento em que Tamayo expirava encoberto pela bandeira vermelha escarlate dos irmãos Castro, encontrava-se com ambos, só sorrisos, poses , fotografias. Enquanto isso, o corpo sem vida e esquelético de Tamayo era retirado da sua cela. E Lula sorrindo, sorrindo, dentes brancos, acompanhado pelo caquétipo Fidel, conforme documentou Veja na matéria intitulada bem a calhar como "De olhos bem fechados".

E aí queridos irmãos, vocês são de esquerda? Apoiam Lula, Dilma?

Pois bem, faço meu "mea-culpa", o comunismo existe, o marxismo está aí e continua a fazer as suas vítimas - Lula e sua turma continuam de olhos bem fechados.

...Enquanto isso, somente se ouve o bater ritmado da terra sobre o caixão de Orlando Zapata Tamayo. E Lula ri, galhofeiramente. Que país é este?

15 comentários:

Roberto Vargas Jr. disse...

Olá, Ricardo.
Um belo texto. Só mantenho o pesar porque os que se dizem cristãos e são esquerdistas se mantém alheios a qualquer apelo da razão redimida. Ele se mantém cegos voluntariamente.
No Senhor,
Roberto
PS: Meu irmão, não se deixe enganar com minha recente prolixidade! rs. Tenha paciência comigo, pois meu tempo está de fato curto!

Valder Damasceno disse...

A natureza humana se encarregará de fazer com que a utópica "sociedade igualitária" continue no campo da ilusão. A prática do Comunismo mostrou o que é uma ideologia forjada ao caráter humano, a perversidão intrínseca sempre sobrepuja qualquer ideologia. Meu conceito sobre os dois segmentos é de que o Comunismo está para a perversidão assim como o Capitalismo está para a estupidez... Querem exemplo melhor do que o aquecimento global!? Isso é algo que ainda causará muita dor... Já começou...

Jorge Fernandes Isah disse...

Ricardo,

como escrevi no blog da Norma, o que mais me indigna são os ditos cristãos, que tanto presam a vida, o amor, a caridade, etc (ao menos falam pelos cotovelos), conseguem manter-se numa posição de cumplicidade com os regimes marxistas.

Eles são os primeiros a chamar de odiosos, insensíveis e egoístas os que não têm um discurso politicamente correto, mas quando o assunto é mais "embaixo", calam-se. Cadê os seus arvorarem-se em justiceiros? Onde estão as críticas a Lênin, Stalin, Mao, Castro e demais "companheiros"?

São hipócritas, dissimulados, falsos, para não dizer contraditórios, incoerentes, ignorantes, pois defendem o indefensável sobre a mesma visão humanista em que se encontram.

Será que os milhões de cristãos mundo afora, em especial nos países comunistas, sofrendo com prisões, torturas e morte não os sensibilizam? Afinal, são ou não irmãos? E, se são, por que se calam diante da injustiça perpetrada pelos seus ídolos?

Mas querem se fazer de vítimas, e por se fazerem de vítimas, só lhes resta acusar os outros (no caso o imperialismo capitalista ou direitista) para terem aplacadas as suas culpas. No entender deles, o mal menor é sempre mais aceitável. Porém, mal é mal, seja menor ou maior, e a fonte dele é somente uma: satanás e seus servos!

Portanto, inclino-me a dizer que esses aí que defendem a morte de crentes nos países em que tanto sonham viver (e me intriga mais o por quê ainda não mudaram para lá) não são irmãos em Cristo.

Mas como a incoerência e a estupidez cada dia mais ganha corpo entre os evangélicos, e a Bíblia é sorrateiramente desprezada em favor de uma ideológia natimorta, o que se pode esperar?

Como diz o Senhor: "Também pus atalaias sobre vós, dizendo: Estai atentos ao som da trombeta; mas dizem: Não escutaremos... E curam superficialmente a ferida da filha do meu povo, dizendo: Paz, paz; quando não há paz" (Jr 6.17,14).

Abraços.

Cristo o abençoe!

Ricardo Mamedes disse...

Roberto,

Eu compreendo, sei que você está muitíssimo ocupado, por isso, obrigado pelo comentário.

Grande abraço!

Ricardo

Ricardo Mamedes disse...

Valder,

Novamente obrigado pela visita meu irmão!

Quanto ao comunismo e capitalismo, pelo menos neste último as pessoas têm liberdade de escolhas, podem perseguir um objetivo. Elas têm esperança. No comunismo não, pois lá o Estado é totalitário, determinando ao homem o que deve ser feito e dando-lhe as migalhas. Sem contar a falta gritante de justiça nesses Estados comunistas absolutos.

Eu ainda prefiro a liberdade, ainda que seja com alguma dificuldade.

Abraços!

Deus te abençoe.

Ricardo

Ricardo Mamedes disse...

Caro Jorge, meu irmão!

Estava sentindo falta dos seus comentários.

O problema é a falta de visão de muitos dos nossos irmãos, que não conseguem apreender o engano embutido nessas ideologias de esquerda. Pra começar, têm fundo ateísta, o que já deveria ser suficiente para desencorajar o apoio de cristãos. Em segundo lugar, tem como fundamento precípuo a falta de liberdade ao homem, o que comumente desagua nas maiores injustiças e abusos.

Na melhor das hipóteses é uma ideologia que apoia coisas biblicamente reprováveis, como o aborto, homossexualismo, etc.

O negócio é mesmo ter Cristo ao nosso lado e pedir ao Pai que faça superabundar a Sua graça sobre os eleitos, a fim de que possam suportar os dias difíceis que virão.

Abraços irmão!

Cristo o abençoe.

Ricardo

Esli Soares disse...

Irmãos...

Sempre achei a temática política muito interessante, mas confesso que nos últimos tempos estou decepcionado com tudo. Acho que o meu direito de não defender, hoje, nenhuma ideologia política, me põe automaticamente do lado da “liberdade civil”.

Embora tenha formação operaria e, na adolescência, participei de pequenos movimentos de protesto. Posso, com absoluta certeza, defender, hoje, que o principio democrático republicano se não é o melhor sistema, é ‘dos males o “menos pior”’.

A teonomia para mim é a única opção correta, entretanto como não sou infantil para pensar que se tivermos um presidente crente resolveremos isso, e, embora respeite muito os meus amigos pos-milenista, não estou com eles nesse entendimento de que implantaremos um reino justo aqui, creio que somente com uma ação remissiva completa, teremos um mundo regido pela única lei realmente justa, a Lei de Deus. Mas antes disso eu paro, afinal não sei como será a vida política após a vinda do Senhor Jesus.

Entretanto, para o hoje, tenho que Bíblia nunca pregou subversão social e nem o tratamento ‘igualizante’; nela vemos claro reconhecimento do valor do trabalho, do direito a posse, dos níveis sociais e de igual modo, das ações sociais, sejam educativas, moderadoras, punitivas, ou de suporte.assim, o estado de direito sem dúvida é a opção que palidamente mais se aproxima do idéal bíblico, com quanto defende o valor da lei, entretanto como há muito tempo a lei do estado deixou a Bíblia...

Dessa forma penso que hoje, individualmente, nós os cristãos, devemos lutar pela/com justiça. E entre um modelo político autoritário e um omisso, “escolhermos” o omisso, mas dentro dele temos que ser atuantes, obedecendo aos mandamentos de Jesus, e não um simples chamado ao engajamento politico-partidário-ideológico ou de mero interesse civil.

No Justo Juiz,

Abraços

Esli Soares

Valder Damasceno disse...

Caro irmão,

muito obrigado pelo comentário lá no Música e Palavra, foi uma grande alegria recebê-lo, já respondi, lá mesmo. A opção para seguir fica na parte superior esquerda da tela.

Forte abraço

André disse...

Caro Ricardo, gostei muito de seu texto. Fico feliz em ver mais um irmão decidido a combater, aqui na blogosfera, essa que é uma das modalidades mais perversas do anticristianismo militante.

Por falar em Lula, dei uma procurada no site do PT para ver o que encontro sobre o caso Tamayo. Sabe o que dizem lá? Nada, é claro. Preferiram não tocar no assunto, nem mesmo para se defender das acusações da oposição. (O PSDB já se pronunciou contra a atitude do presidente.)

Abraços!

Ricardo Mamedes disse...

Esli,

Belo comentário meu irmão! Concordo plenamente com o seu posicionamento, de fato a Bíblia não prega nada do que essas esquerdas reverberam. Sem dúvida o capitalismo não é perfeito, mas o que é, debaixo do sol? Porém, como eu disse, pelo menos aqui temos liberdade. Há pobreza, mas há também esperança de dias melhores. Enquanto lá, mataram a esperança.

O que a esquerda tenta no Brasil, capitaneada por Lula e os seus súditos? Calar a imprensa, amordaçar os que gritam, os que denunciam.

E quer muito mais ainda...


Valder,

Obrigado novamente pela visita. Já estou seguindo o seu blog e sempre passarei por lá.

Grande abraço meus irmãos!

Ricardo

Ricardo Mamedes disse...

André,

Fico muito satisfeito com a sua vinda ao meu blog e com o comentário. Sobre Lula, era de se esperar tal omissão. Quando é conveniente o companheiro e seus súditos ficam cegos, mudos e surdos.

Na verdade André, eu sempre fui contra o marxismo e as esquerdas, exatamente pelo seu totalitarismo. O que eu quis dizer na outra discussão é que eles vem "mudando" para continuar como antes. No entanto, lhe assiste razão, ainda é o velho marxismo de 'rotas vestes' com máscaras novas.

Quanto ao total silêncio do PT, essa é a estratégia que sempre usaram e que dá certo: se fazer de morto.

Abraços!

Ricardo

Esli Soares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Esli Soares disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Esli Soares disse...

Ricardo...

É de se notar que, sempre há o risco de nos tornamos tudo o que combatemos, esse é o grande mal do político factual. Quando chegam ao poder, mudam consideravelmente o discurso, aí descobrimos que as intenções sempre foram as mesmas.

“Se o homem é um ser político, e está totalmente depravado; a política não estará isenta dessa depravação.”

Um exemplo do "contrário que é apenas igual": na ditadura militar brasileira, tão odiosa, violenta e censora quanto qualquer outra, esses gritavam pela liberdade de expressão em quanto o Arena pai o PFL - Dem, matava e torturava para calar a oposição. Mudaram as figuras, inclusive de lado, mas a tática é a mesma.
Não creio que o Lula figure entre os lideres do mal... pelo menos não mais do que outros, como os “Bush”, ou “Fideis” são lados da mesma moeda, apenas isso.

Outro exemplo do “contrário que é apenas igual”. Tudo é só um pouco mais de crise para aumentar o preço do petróleo – si ficar impopular – “forca no genocida do Saddan”, que até ontem tinha na lista de seus amigos particulares o Bushinho e o BinBin. Ou seja, isso tudo faz parte do sistema que busca o equilíbrio e não a justiça.

Conveniência e conchavo são as táticas mais usadas por todos os políticos; hoje são contras e amanhã serão a favor do que hoje são contra. Os interesses deles são mais importante do que a “polis”. Olha o caso de Brasília, a câmara legislativa, é uma avacalhação cheia de demagogos, pilantras, falsos crentes e bandidos... o governador está preso; o vice um dos mais bem sucedidos empresário do Brasil, ficou acuado e renunciou; o mais provável sucessor está sendo investigado por diversos crimes, inclusive como participante da “demanda do panatone”; metade dos distritais estão envolvidos de um jeito ou de outro; um pastor/deputado ‘sapecou’ a oração de agradecimento pela propina e até a presidente da OAB ao que parece está na bagunça.

Enquanto isso e através disso, o mundo caminha para uma globalizada democracia das minorias igualizadas de picos aparados e depressões preenchidas; uma monótona paz; direitos vivos e seres mortos em si mesmos, sem Deus – que Deus? – tudo é bom, tudo pode e um pouco de ácido para animar a calmaria... um paraíso aqui para quem só tem o agora, então dirão: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição, como vêm as dores de parto à que está para dar à luz; e de nenhum modo escaparão.(1Ts 5;3).

O que me lembra um certo nazareno: de quem é esta efígie e inscrição? Do mundo para o mundo... nada mudou, nada vai mudar... Aí vem outra música:

Mudaram as estações, nada mudou
Mas eu sei que alguma coisa aconteceu
Está tudo assim tão diferente...

Se lembra quando a gente chegou um dia a acreditar
Que tudo era pra sempre, sem saber, que o pra sempre
Sempre acaba...

Mas nada vai conseguir mudar o que ficou
Quando penso em alguém só penso em você
E aí, então, estamos bem...

Mesmo com tantos motivos pra deixar tudo como está
Nem desistir, nem tentar agora tanto faz
Estamos indo de volta pra casa...

Assim minha alegria aqui se faz por saber que por mais um pouco e verei o Rei.

Na paz daquele que em breve virá.

Esli Soares

Amanhecer da Verdade disse...

Esta vendo amigo Ricardo, por essas e outra me causa ânsia a política, mas graças a Deus que essa política corrupta do mundo acabará e se instituirá a política de Deus a chamada Teocracia ou de maneira mais simples como nosso senhor Jesus disse: o Reino de Deus !

Postar um comentário

Serão sempre bem-vindos comentários sérios, respeitosos e que convidem à reflexão. Se é esse o seu intento considere-se aceito.

  ©A VERDADE LIBERTA, O ERRO CONDENA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo