domingo, 8 de novembro de 2009

Sobre lobos vorazes, mentiras e heresias

"Pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura, em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém! (Rm 1:25)




Tenho assistido com tristeza, principalmente pela leitura dos blogs apologéticos, a deturpação que vem ocorrendo no seio das "religiões" evangélicas - na verdade muitas são seitas que se originaram da busca incessante de pessoas que anseiam por milgres e prodígios.
Todo esse mal vem da nefasta confissão positiva e da diabólica "teologia da prosperidade", fazendo surgir a avareza nas pessoas e as afastando 'in continenti' das verdades eternas do Evangelho de Cristo.

Porém, o pior de tudo é ver esse mal corroendo a SUA própria igreja, a sua própria denominação. E assistir ao seu pastor, antes um homem sério, resistente aos modismos, heresias, ser engolfado pelo engano, engolido pela mentira - cedendo a outros apelos.

Consoante já afirmei aqui, alhures, sou batista tradicional. Porém, não tradicional no sentido de resistir a verdadeiros avivamentos espirituais, não no sentido de me apegar a dogmas e liturgias, a usos e costumes arraigados. Sou tradicional exclusivamente no que se refere à posição denominacional, cujos valores cristãos são guiados unicamente pelo "Evangelho de Cristo".

Pois bem, é terrível ver a sua denominação histórica ser invadida pelas crendices, misticismos e falsa espiritualidade calcados na nefasta confissão positiva: quebras de maldição, maldição hereditária, teologia da prosperidade, sinais e prodígios, visões, atos proféticos, determinismo, etc. A SUA denominação que antes professava o Evangelho real da graça e justificação pela fé (Efésios 2:8-9), reconhecendo que as obras humanas são apenas e tão somente trapos de imundície (Isaías 64:6), agora abraçando alegremente toda sorte de heresias, elevando o homem em detrimento da obra salvífica de Cristo na Cruz, esta amparada pela graça concedida por Deus aos seus eleitos.

É terrível ver o seu PASTOR sendo tragado por essas mentiras, seduzido pela promessa de crescimento do rebanho, enquanto outros líderes que estão à sua volta se esbaldam no reconhecimento, na importância recém adquirida, no poder que alcançaram sobre os seus incautos "seguidores". Sim, porque não é mais Jesus o centro da fé, mas o homem.

O que fazer quando a sua Igreja séria institui um "CULTO DE LIBERTAÇÃO" todas as terças feiras recheado por gritarias, atos proféticos determinando que riquezas vão surgir diretamente dos 'depósitos celestiais' para os irmãos? Quando o profeta à frente pega um aqui, outro ali, fazendo uma série de 'adivinhações' e previsões otimistas, mostrando "muitos carros na garagem" (Jesus está me mostrando muitos carros...)? E quando esse "profeta" chefia uma legião de anjos determinando que eles curem e libertem pessoas? E quando ele manda repetir um monte de frases feitas de autoajuda? E ainda, quando ele "ministra" sobre os fiéis impondo as mãos e os derrubando , ficando o átrio do templo coberto por corpos em êxtase induzido?

É de se perguntar: como fica Deus nesse tipo de culto? E a sua soberania, a sua Onipotência, a sua plena suficiência na vida dos eleitos?

Por que esse pastor que conhece a verdade se submete, e à sua igreja, a tais bizarrices anti-bíblicas, sabendo de antemão que tal proceder é contrário às determinações do Evangelho de Cristo (Rm 6:14)?

Não é nada fácil assistir a tudo isso e ainda ter que ouvir provocações do tipo: "... nós rompemos com o tradicionalismo e religiosidade"; "cuidado com a incredulidade". Ou ainda boçalidades como: "agora a espiritualidade está fluindo"; "o espírito santo está na nossa igreja".

E o mais inacreditável é a impassividade da "Convenção Batista Estadual", que tem conhecimento de todo esse comportamento esdrúxulo de suas igrejas e líderes, reprovando a tudo, mas nada fazendo de concreto para cessar os absurdos, heresias, mentiras e erros.

Por outro lado, analisemos a atitude do pastor e líderes dessas congregações. Se eles participam de uma denominação histórica que condena esse proceder, por que então tentam subjugá-la e impor uma fé contrária aos seus princípios? Essa atitude é honesta senhores? Vocês estão agindo com ética cristã?

Ora, se há algo que sobeja nesse nosso país são seitas. Logo, se esses líderes não se sentem bem acomodados na denominação histórica, calcada no Evangelho de Cristo, na salvação pela fé mediante a graça; que nega as obras da carne em prol da salvação, por que não procuram alguma outra que professe 'fé' semelhante à sua, ao invés de violentarem antieticamente a denominação a que pertencem?

Uma coisa eu lhes digo: a sua fé é sofismática, o Evangelho que professam não é o de Cristo, porque está firmado em obras da carne; os seus demônios são apenas seus, uma vez que o selo do Espírito Santo protege os eleitos de Deus e as trevas não convivem com a luz; os seus atos proféticos são apenas promessas, posto que afrontam a soberania de Deus; as suas obras como respaldo para a salvação ou libertação de homens são trapos de imundície; as unções que vocês transferem são mentirosas, pois só há uma unção verdadeira, a do Espírito Santo (1 Jo 2:27), que prescinde de intervenção humana; o seu "cair na unção" é enganoso, porque também não encontra respaldo bíblico, portanto, é anátema.

Vocês ensinam muitos caminhos para chegar à salvação, muitas técnicas para a libertação. Porém, só há um caminho: Cristo. Para trilhar esse caminho não há necessidade de nada do que vocês ensinam, mas somente de FÉ. E para chegar à fé não há necessidade de tais acrobacias (mentirosas), mas somente acreditar, pois a fé é "o firme fundamento das coisas que se esperam e a certeza das coisas que não se veem" (Hebreus 11). E esta fé, senhores, não vem de vocês ou das suas técnicas, ou das suas unções, ou dos atos proféticos, mas de Deus.

Portanto, vocês é que são incrédulos, uma vez que precisam materializar a fé, alimentá-la com obras da carne; ver anjos, "ver" o Espírito Santo.

Vocês dizem o que os homens querem ouvir, e prometem paz quando não há paz, têm visões falsas e adivinhações mentirosas (Ez 13), por isso Ele será contra vós , lobos roubadores. Naquele dia não adiantará que digam: "Senhor, Senhor... (Mateus 7:22). Vocês prometem riquezas materiais, curas, unções. E esquecem que se deve "ajuntar tesouros no céu" (Mateus 6:20), "porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração" (Mateus 6:21).

Vocês buscam a sua própria glória (Jo 7:18); arrependam-se enquanto é tempo, neguem-se a si mesmos, tomem a sua cruz e sigam a Cristo (Mateus 16:24), antes que venha contra vocês súbita destruição.

Tenham a certeza, o remanescente fiel lutará até o fim na defesa do Evangelho de Cristo.

4 comentários:

LUCIANO, simplesmente servo de DEUS! disse...

ótimo,nota 10!, não 1000!!!cada vez mais me abasteço com seus comentarios meu irmao, te admiro muitissimo, que o nosso DEUS e Pai te der forçe continue firme expondo esses comentarios belissimos, e como que tudo isso estivesso dentro de mim pra falar mas não saberia comentar taõ bem assim!!!!!!FIRME IRMÃO!!! paz.

Pastor Valdomiro disse...

vou te mandar um comentário sobre a igreja e esses movimentos diabólicos.

Helder Nozima disse...

É, Ricardo, foi um post corajoso. Hoje em dia os pastores preferem que esses assuntos não sejam discutidos em nome da paz e da unidade da Igreja. Mas a verdadeira paz e unidade só podem ser conquistadas se estiverem firmadas na Palavra. E, para isso, é preciso denunciar o erro.

Ricardo Mamedes disse...

Helder,

Muito obrigado pela visita, como você deve saber, aprecio muito os seus textos reformados, o que me motiva a visitar diligentemente o seu blog.
Quanto ao post, de fato pagamos um alto preço por lutar contra essas coisas. Mas confesso, não dá pra simplesmente calar, assistindo passivamente esses absurdos.

Um grande abraço.

Em Cristo.

Postar um comentário

Serão sempre bem-vindos comentários sérios, respeitosos e que convidem à reflexão. Se é esse o seu intento considere-se aceito.

  ©A VERDADE LIBERTA, O ERRO CONDENA - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo